11 de agosto de 2020

Adora pedalar? Confira os melhores suplementos para ciclistas

O ciclismo é uma atividade de alta intensidade e, geralmente de longa duração, portanto, nem sempre uma alimentação equilibrada pode fornecer todos os minerais e vitaminas para auxiliar na melhora do desempenho e também na redução da fadiga. O ciclismo consome uma grande quantidade de nutrientes e despende bastante energia, portanto a suplementação é necessária para que o corpo realize todas as funções necessárias antes, durante e após a realização das atividades. Em meio às pedaladas em um trajeto longo é comum que a fadiga, a perda da capacidade do músculo de fazer força, apareça e atrapalhe o desempenho do atleta.

Redução da fadiga com arginina

Com o objetivo de diminuir os efeitos da fadiga, os cientistas descobriram suplementos a base de aminoácidos que são famosos por induzir mudanças metabólicas que auxiliam na realização da atividade e performance do ciclista. A arginina é uma das indicadas e é responsável pela produção de óxido nítrico, ureia, ornitina e agmantina. O óxido nítrico se caracteriza por ter um efeito relaxador nos vasos sanguíneos, aumentando o fluxo de sangue nos músculos e assim, consequentemente, a quantidade de oxigênio que serve de energia para os músculos. Ao mesmo tempo diminui a concentração de amônia e lactato, que causam os conhecidos desconfortos musculares advindos da fadiga. Para atletas indica-se o consumo de 1,5g a 3g do aminoácido por dia antes dos treinos.

Carboidratos e proteínas dão mais energia

Um ciclista precisa de energia para desenvolver suas atividades físicas. Dessa maneira, os carboidratos podem ser excelentes para a recuperação energética. Os mais indicados são a Maltodextrina, Dextrose, Frutose e outros. Ao mesmo tempo, o ciclista pode consumir a whey protein, uma vez que tem alto valor biológico e rápida absorção no organismo. O atleta também pode optar por suplementos que misturem o carboidrato e proteína em doses recomendadas, já sendo uma alternativa mais completa. Essas opções devem ser ingeridas no pós-treino, uma vez que auxilia na reconstrução muscular.

Vitaminas e sais minerais

Como se perde muitos minerais e líquido com a atividade é indicado que se consuma bastante água para evitar a desidratação e também utilize suplementos multivitamínicos ricos em vitamina C, E, Cálcio e Fósforo. Caso o ciclista não consiga obter essas vitaminas e minerais por meio de uma alimentação rica e balanceada, o ideal é a suplementação para que a prática não gere mal estar, dores musculares e, principalmente fadiga. Lembre-se de se alimentar sempre 40 minutos antes dos treinos.

Show Full Content
Previous Como parar de comer demais?
Next A importância da água em nosso organismo

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Close

NEXT STORY

Close

Os efeitos de um bom sono no ganho de massa muscular

27 de fevereiro de 2015
Close