11 de agosto de 2020

Conheça a Dieta Paleo

A dieta Paleolítica também chamada de dieta low-carb ou “paleo” pelos mais íntimos é uma dieta que, como o nome já antecipa, privilegia o consumo de proteínas em prol dos carboidratos. Essa dieta das “cavernas” tem como foco uma alimentação semelhante aos nossos antepassados que consumiam basicamente carnes de caça, vegetais e algumas frutas silvestres, ou seja, a alimentação era completamente natural e baseada no que era encontrado no ambiente em que se vivia. A dieta paleo traz esse conceito justamente por naquela época não haver consumo de carboidratos e alimentos processados e industrializados, o que mostra o quanto estes alimentos são dispensáveis para a saúde e bem estar humano.

O que comer na dieta paleo?

Os programas alimentares de uma dieta paleo levam em conta a exclusão completa de alimentos processados e açúcares refinados e dá mais ênfase a alimentos saudáveis e orgânicos como vegetais, algumas frutas, castanhas e muita proteína. Assim pode-se consumir ovos e carnes à vontade, inclusive com gordura, apenas indica-se a escolha daquelas chamadas grass-fed que são alimentadas com capim e, por isso, possuem menos hormônios trazendo menos riscos à saúde humana. As carnes alimentadas com capim também possuem gorduras mais saudáveis do que aquelas alimentadas com grãos.

O que não comer?

Existem várias versões da dieta paleo, umas mais radicais e restritivas que eliminam até mesmo grãos e leguminosas, sal, álcool, laticínios e óleos vegetais, como existem também outras em uma versão mais light de serem seguidas que apenas eliminam carboidratos e doces. A dieta já se mostrou eficiente para a perda de peso, uma vez que sabe-se que são os carboidratos e açúcares os principais responsáveis pelo ganho de peso, quando não aliada à uma prática regular de atividades físicas. Muitos atletas que antes seguiam uma dieta rica em carboidratos começaram a aderir à dieta paleo e relataram resultados de melhora no desempenho de suas atividades.

Benefícios da dieta Paleo

A alta ingestão de proteína e baixa de carboidrato e índice glicêmico aumenta a velocidade da digestão e absorção de nutrientes e evita o pico de açúcar no sangue. A presença das fibras nos alimentos consumidos ajuda no controle do açúcar no sangue e regula o intestino, melhorando a saúde do organismo como um todo. O consumo moderado de gorduras boas (ômega 6) ajuda a diminuir o colesterol ruim e aumentar o bom, além de ajudar no transporte de vitaminas e minerais pelo corpo. O alto consumo de potássio e baixo de sódio também melhora a atuação dos rins e coração, além de otimizar a saúde óssea, reduzir o risco de hipertensão, melhorar a memória e contribuir para a perda de peso.

Gostou da nosso publicação? Deixe um comentário e não deixe de dar uma conferida em nossa loja!

Show Full Content
Previous Saiba os efeitos do refrigerante na nossa saúde
Next Veja quais são os benefícios da banana verde

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Close

NEXT STORY

Close

Como fazer a Dieta da Banana; dicas e benefícios

15 de janeiro de 2016
Close