www.nutricaointeligentesuplementos.com

(34) 3219-0180
<< Página anterior

Dieta de proteínas para emagrecer

Dieta de proteínas para emagrecer

Provavelmente você já ouviu falar sobre a paleo diet, low carb, dieta da proteína ou dieta paleolítica, certo? Todos esses nomes fazem referência a uma dieta muito semelhante, que tem como base principal a ingestão de proteínas e quase nada de carboidratos. Essa dieta traz o termo “paleolítica”, pois se refere aos alimentos que eram consumidos por nossos ancestrais, em um período anterior ao surgimento do trigo, açúcar, agrotóxicos e conservantes. Nessa época a alimentação era muito mais saudável e natural sem a presença desse alimentos. O cardápio dos ancestrais se resumia basicamente a gorduras, proteínas e frutas silvestres e é exatamente isso o que a paleo diet propõe.

Por que a dieta é polêmica?

Essa dieta é um tanto quanto polêmica, por ser bastante restritiva e ir contra vários preceitos estabelecidos pela medicina, como por exemplo, falar que comer gorduras são benéficas e que o ovo que sempre foi tachado como inimigo, pode ser um aliado no emagrecimento e que não aumenta o colesterol como sempre foi disseminado. Com essa revolução de conceitos, a dieta permite que se reduza as medidas em pouco tempo, além de fazer uma verdadeira faxina no organismo.

O que comer nessa dieta?

Os alimentos que podem ser consumidos são carnes em abundância, sejam brancas ou vermelhas e com gordura (de preferência), bacon está liberado, ovos nos mais variados formatos sejam fervidos, mexidos, omeletes; gordura natural como óleo de coco, azeite de oliva; manteiga (menos margarina que é hidrogenada e prejudicial à saúde); vegetais e saladas; oleaginosas como nozes, castanha do pará, castanha de caju; ervas e condimentos; iogurte natural e integral; queijos amarelos; coalhadas; creme de leite; tubérculos como mandioca, batata doce e inhame exclusivamente (e com parcimônia) e frutas vermelhas e ácidas, com pouco açúcar.

O que evitar nessa dieta?

Bom, como você pode perceber essa dieta incentiva o consumo de proteína em detrimento dos carboidratos, portanto, o amido deve ser completamente abolido do cardápio. Corte o trigo como pão, arroz, massas, batata, aveia, mingau, granola, ervilha, milho, feijão, farinhas refinadas; óleos como de soja, de girassol, milho e canola; corte também fígado gorduroso; açúcar como refrigerantes, frutas açucaradas, biscoitos, bolos, mousses, chocolates, energéticos, sorvetes, cereais, sucos prontos e qualquer outro tipo de sobremesa e esqueça alimentos industrializados e processados (embutidos) como mortadela, presunto, peito de peru, salsicha, dentre outros que são verdadeiros venenos para a saúde por serem ricos em sódio, açúcar, além de serem enriquecidos com soja ou trigo. Ou seja, corte o máximo de açúcar e carboidrato de sua dieta, estes valores devem ser próximos à zero.

<< Página anterior

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *